2 de novembro de 2011

[Resenha] Querido John


Postado por Carol Guimarães

Sinopse: “Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.
Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.



Escrito por Nicholas Sparcks e vertida para as telas cinematogáficas,Querido John relata a história de John e Savannah.
Com apenas 20 capitulos John Tyree relata a sua historia descrevendo sua rebeldia na adolescência e a causa do seu alistamento no exercito,porém o que ele não imaginava era que um simples mergulho para capturar uma bolsa iria deixá-lo apaixonado.
Depois de uma longa e difícil convivencia com seu pai e pelo fato de não ter muitas opções o jovem John se alista para o exercito e ao voltar para sua cidade em uma licença ele conhece Savannah,depois de um incidente com sua bolsa.
Ao ser heroizado por ter feito o resgate da bolsa da jovem,John é convidado pela garota a se juntar ao seu grupo de amigos em um churrasco.
Após esse incidente John e Savannah criam uma amizade que com o tempo se transforma em amor e se intensifica a cada encontro deles.
Porém John é obrigado a retornar para o exercito após duas semanas e tanto ele quanto Savannah se comunicam através de cartas até que o jovem volte.
Contudo o que o casal não imaginava é que no dia 11 de setembro os EUA sofre um atentado terrorista ,que abala até os dias atuais, e por isso John  terá que fazer uma escolha:voltar para os braços de Savannah ou se alistar novamente no exercito.
Mas para proteger seu país o jovem se alista por mais dois anos e a comunicação com sua amada vai ficando cada vez menor,assim através de uma carta que Savannah lhe envia fez com que ele acreditasse que por mais que ela seja a mulher da sua vida a conexão,o amor,entre eles não é intensa o suficiente para mantê-los unidos.
Apesar de ser um romance esta obra fez um questionamento sobre "almas gêmeas",pois quando comecei a ler fiquei imaginando que o final seria como um romance tradicional,no qual ocorre o feliz para sempre.
A personagem Savannah foi uma pessoa egoísta e não quis esperar um pouco mais para ficar com seu amor,as vezes me pergunto se ela amava verdadeiramente o John ou só queria um homem.
Pois bem leitores espero que vocês gostem do livro.

Beijos Pão de Queijo!

6 comentários:

  1. OI!!!
    Não soube o que achar do livro...
    Mas quero ler e ver o que acho!ótimo post!
    Super Beijo*

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ana! Falou tudo!
    Quando terminei de ler o livro e postei lá no blog a resenha de Querido John e depois do filme também algumas pessoas ficaram brabas comigo por não ter defendido a Savannah. O fato é que ela foi egoísta e esperou que John mudasse toda sua vida e ela nem pensou em fazer isso por ele. Eu não gostei do filme porque as coisas ficaram bem anemas e ficou aquele clima de final feliz.


    ;D
    http://janinestecanella.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ana..,. muito legal!!!!!!!!

    Se der me segue tb

    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Pois é tbém achei esse livro bem polêmico e concordo com vc sobre a postura dela, sempre acreditei que ele gostava mais dela que o contrário e achei importante o fim do livro, no filme odiei pq eles mudam tudo =( sim adorei ver o amadurfecimento de John e a relação dele com seu pai ir melhorando com o tempo. Sempre adoro os pais dos livros de Sparcks.
    adorei sua resenha, pessoal mas legal!!!

    ResponderExcluir
  5. assiti o filme, e lerei o livro a partir de amanha... estuo torcendo para ser tão bom quanto o filme... mas tenho certeza q o autor não deixou a desejar... suas resenhas são ótimas e me deixa curiosa sobre os livros q não li...auhsuahs' xD

    ResponderExcluir
  6. Sua resenha ficou muito boa, porém o final eu discordo... Savannah, para mim, não foi egoísta e sim optou pelo amor e não pela paixão. Bom, essa foi a minha visão do livro e para quem não leu, vale muito a pena!!

    ResponderExcluir