9 de abril de 2012

[Resenha] Cruzando o Caminho do Sol


Postado por Carol Guimarães




Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um... Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou.  Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.






Cruzando o caminho do sol é o primeiro romance de Corban Addison, no qual relata uma estória sobre perdas e conquistas.

Nesse Best-Seller conheceremos Sita e Ahalya, duas adolescentes indianas que tem seu futuro transformado por um tsunami que destrói o lugar onde elas morava e também arruína as suas vidas.Conheceremos também Thomas Clarke, um norte-americano que enfrenta uma crise na sua vida pessoal e profissional; é através dessa crise que esse jovem advogado decide mudar sua vida, indo para a Índia se reencontrar e trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas (Aces).

Depois do tsunami que matou sua família, Sita e Ahalya são sequestradas e vendidas como escravas para trabalharem no mercado sexual.

As vidas dessas jovens cruzarão com a de Thomas, quem irá fazer de tudo para conseguir arrancá-las dos terríveis criminosos que as compraram.

Antes de ler esse livro sabia que no mundo existia o submundo do tráfico humano, mas depois que li Cruzando o caminho do sol fiquei impressionada como as coisas são nesse submundo.

O autor relata tão bem o submundo do tráfico humano que fiquei sem palavras, chorei junto com Ahalya e Sita, fiquei irritada como a justiça resolve esses casos e me desesperei junto com os pais que vejam seus filhos sendo sequestrados e levados para serem objetos sexuais.
“Quando terminou, ele ficou deitado a seu lado, respirando pesadamente. Ela cobriu novamente o corpo com seu sári e chorou em silêncio. O ato, em toda a sua violência súbita e inexplicável, a deixou entorpecida pela vergonha.” - página 120

O ensinamento que esse livro traz é tão comovente e sensível que você não para de ler, vicia desde a primeira página até a última!
Com certeza Cruzando o Caminho do Sol estará entre os meus livros preferidos.

Beijos Pão de queijo!


Flor de Nalini

“Não, não sofra, embora viva a escuridão de seus problemas; O tempo não vai parar, e nem andar atrasado; O dia de hoje que parece tão longo, tão estranho e amargo; Breve estará esquecido no passado.” - página 53

22 comentários:

  1. Bom, que forte deve ser esse livo. ;/

    Selene Blanchard
    Blanc – ModaeEu.blogspot.com – TEM PROGROÇÃO COM BlackBerry

    Espero sua visita!

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha, mas essa temática não é uma das minhas favoritas. Geralmente procuro ler temáticas não muito tristes, que fujam um pouco da realidade, com histórias fantásticas e fantasiosas, suspense, investigação, etc. É inegável que esse livro aborde um tema super atual, pois basta ligarmos a TV pra ver esse tipo de notícias, e que acabam me deixando um pouco pra baixo. Mas quem sabe um dia leio ele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha Nana! Estou ansiosa para ler Cruzando o Caminho do Sol! Beijos!

    http://www.newsnessa.com/

    ResponderExcluir
  4. Só ouço bons comentários e boas resenhas sobre esse livro, com certeza é uma leitura que será feita...nem que eu demore pra chegar até ele, mas não posso deixar passar. Eu nunca li nada sobre tráfico humano, deve ser realmente uma história triste. Vou preparar um caixinha de lenços rsrsr.

    http://leiturasdepaty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Amo livros fortes que tocam o leitor! Não vejo a hora de ler esse livro, algo me diz que será emocionante. Como vc bem colocou essa questão do submundo do tráfico e como a justiça lida com casos como esse devem fazer com que o leitor reflita e sinta vontade de fazer, impulsionar, fazer com que isso seja corrigido. Acredito que um autor cumpre seu papel quando consegue fazer isso com o leitor. Instigar, deixar-nos inquieto e ao mesmo tempo trazer aprendizado junto com entretenimento.
    Parabéns pela resenha, bem estruturada e com sua opinião presente!
    Beijos linda!
    Daiane
    nouniversodaliteratura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Querendo muito conferir esse livro. Só pelas resenhas que li já vi que esse é um para se colocar nos favoritos. Com um tema diferente e real, emocionante, cativante. São essas as definições que estou vendo para esse livro e pelo visto o autor fez um trabalho magnifico. Não conhecia esse autor alias, mas sei que se ler esse livro vou virar fã dele pelo tanto de resenhas positivas que estou lendo =D

    ResponderExcluir
  7. Quero começar a ler esse livro logo.Adoro temáticas fortes e que normalmente chocam o leitor.Tenho certeza que esse livro é um prato cheio para fortes emoções. A questão da prostituição e escravidão dessas meninas é algo tão banalizado em seu país que realmente nos perturbam e comovem.
    Linda resenha!
    Bjs!
    Zilda Mara
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  8. Eu li esse livro e recomendo, muito bem escrito e o autor os transporta a cada local , com certeza não deixem de ler

    ResponderExcluir
  9. Sempre fui apaixonada por historias que se passam na India.Já li alguns livros que tratam desse assunto e sempre me tocou muito. Estou louca para conferir. Apenas não concordo com o autor quando escreve:"O dia de hoje que parece tão longo, tão estranho e amargo,
    Breve estará esquecido no passado.”, acho que essas coisas por mais que o tempo passe, não se esquece nunca.Ah, gostei muito da capa também. Bjkss

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha e estou com muita vontade de ler esse livro.
    Nunca li nada que se passasse na India.

    ResponderExcluir
  11. parece ser um bom livro. Se eu conseguir pra ler, lerei, preciso mudar os temas das coisas que leio... ^^

    ResponderExcluir
  12. Esse livro me chamou mto a atenção, estou doida pra ler *.*

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Deve ser uma história muito intrigante, daquelas que tocam o leitor! Muito curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  14. Mto boa sua resenha.. ja ouvi falar mto desse livro e depois da sua resenha fiquei com muita vontade de ler *-*

    ResponderExcluir
  15. Sua resenha ficou ótima.
    é o gênero que me encanta e para um primeiro livro ele mandou bem o/
    beijos

    Amy

    ResponderExcluir
  16. Hummm...eu não sei ainda o que pensar a respeito deste livro. Mais a resenha está muito boa.
    Espero le-lo em breve...
    bjus :a

    ResponderExcluir
  17. Sabe que vejo várias promoções deste livro, ms ainda não tinha noção do que ele se tratava... nossa... é em diferente do comum né? Gostei bastante, pelo jeito é emocionante.

    ResponderExcluir
  18. Gosto de livros que abordam problemas do nosso tempo e tão pouco falados. Parece muitointeressante e vou torcer para ganhar e poder ler :)

    boa semana!!

    ResponderExcluir
  19. nossa pelo que vc disse é romance ? opa é comigo mesmo agora eu quero ler esse livro sou um fan de romances ^^

    http://garotoonerd.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá, Nana!

    Já li alguns livros que tratam dessa temática e sei como o leitor fica chocado com o aquilo que o autor descreve. Mais triste ainda porque sabemos que isso é real e que a justiça é totalmente alheia! =( Me revolta bastante!

    Já faz um tempão que desejo ler este livro. Espero ter a oportunidade de conhecer a história de Sita e Ahalya logo, logo! ;)

    Beeijo
    @BrinaSophie

    ResponderExcluir
  21. oooii nana!
    como sempre... amo as suas resenhas!
    e essa esta muito boa tambem;
    estou anciosa para ler este livro

    ResponderExcluir
  22. AMEIIIIIII essa resenha Carol , esta de Parabéns, ficou linda, emocionante, meu deu vontade de ler tambémmm *uuuu*

    ResponderExcluir